Um estudo realizado na Inglaterra, pelo pesquisador Gregory Thomas e sua equipe (Cardiff University), analisou quais padrões psicológicos facilitam a adoção de hábitos mais sustentáveis em mobilidade urbana.

O pesquisador observou mais de 18 mil ingleses e percebeu que pessoas com uma certa preocupação ambiental prévia que mudaram de casa nos últimos três meses estavam mais aptas a deixar o carro e optar por modos de transporte mais sustentável, como a bicicleta e o transporte público.

Os pesquisadores se questionam agora se tal padrão pode ser expandido para outras grandes mudanças do cotidiano, mesmo que estas não envolvam a mudança física de casa, como um casamento ou um novo emprego.

Da perspectiva do planejamento urbano, é possível aproveitar tais resultados criando ações para incentivo aos modos de transporte sustentável para pessoas que são novas nos bairros e cidades, por exemplo.

Conheça os nossos serviços relacionados à mobilidade urbana
Clique Aqui
Conheça os nossos serviços relacionados à mobilidade urbana
Clique Aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *